Transportepress.com
Portal de notícias sobre transporte.
Trator Case IH Magnum 370 CVX. Foto: Case IH

Agronegócio paulista exportou 10,1% mais até setembro: US$ 37,9 bi

Já o agronegócio brasileiro ampliou vendas em 18,1%, para US$ 164,6 bilhões.

As exportações do setor de agronegócio fecharam o período de janeiro a setembro deste ano com receitas em moeda forte de US$ 37,95 bilhões, o que representou 23,1% das exportações totais do segmento nacional.

As importações do setor foram maiores que as exportações: de US$ 40,72 bilhões e peso de 36,6% do total nacional.

Exportações menos importações, São Paulo registra um déficit de US$ 2,77 bilhões no comércio exterior do segmento, em que pese o aumento de 10,1% das vendas externas, quase o dobro da expansão verificada nas importações, que avançaram 5,3% em igual período sobre o ano passado.

Os dados fazem parte de balanço divulgado nesta sexta-feira, 17, pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Segundo o IEA, o melhor resultado do agronegócio paulista foi registrado no 3º trimestre deste ano, quando as exportações avançaram 4,9%, para US$ 14,43 bilhões, ante importações de US$ 3,67 bilhões, refletindo um saldo superavitário de US$ 10,76 bilhões, comparativamente ao mesmo período do ano passado.

O Instituto destaca cinco grandes grupos de produtos com maior dinâmica nas exportações paulistas, que responderam por 81,4% das vendas externas. São eles:

  • Complexo sucroalcooleiro (US$ 6,52 bilhões),
  • Carnes (US$ 1,35 bilhão, em que a carne bovina respondeu por 75,5%),
  • Sucos (US$ 1,31 bilhão, dos quais 97,1% referentes a sucos de laranja),
  • Complexo soja (US$ 1,28 bilhão), e
  • Produtos florestais (US$ 1,28 bilhão).

Dados Brasil

Apesar do déficit nas operações de comércio exterior do agronegócio paulista, os números nacionais são amplamente positivos em termos de superávit entre janeiro e setembro do corrente ano.

As exportações totais foram de US$ 164,6 bilhões (alta de 18,1%) e as importações de US$ 111,33 bilhões (alta de 7,9%), números que refletem um superávit comercial do setor de US$ 53,27 bilhões.

Os cinco principais grupos do agronegócio brasileiro nas exportações foram:

  • Complexo soja (US$ 27,81 bilhões);
  • Carnes (US$ 11,51 bilhões);
  • Complexo sucroalcooleiro (US$ 9,50 bilhões);
  • Produtos florestais (US$ 8,41 bilhões); e
  • Café (US$ 3,79 bilhões).

Esses cinco agregados responderam por 82,5% das vendas externas do agronegócio nacional.

Para maiores informações, acesse: Balança comercial dos agronegócios paulista e brasileiro. Os dados são do  Instituto de Economia Agrícola (IEA).

Destaques
error: Conteúdo protegido.
%d blogueiros gostam disto: