Transportepress.com
Portal de notícias sobre transporte.

Appa faz 2ª blitz da Operação Safra 2014

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) realizou nesta quinta-feira, 27, a segunda blitz da Operação Safra 2014, na região dos Campos Gerais.

A segunda blitz da Operação Safra 2014, da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), foi realizada nesta quinta-feira (26), na região dos Campos Gerais. Foto: Sâmar Razzak/ AppaA Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) realizou nesta quinta-feira, 27, a segunda blitz da Operação Safra 2014, na região dos Campos Gerais.

No Posto Furnas, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR 376 (Rodovia do Café), em Ponta Grossa, os caminhoneiros receberam informações sobre as regras de descarga no Porto de Paranaguá e dicas para o correto acondicionamento da carga e limpeza dos caminhões, após o processo. 

A Operação Safra está em sua segunda edição e é realizada em parceria com os operadores portuários do Corredor de Exportação, as concessionárias de pedágio (CCR, Ecovia e Ecocataratas) e a PRF. A partir desta quinta-feira, 27, os folderes informativos da campanha passam a ser entregues na praça de pedágio da CCR-Rodonorte de São Luiz do Purunã. 

“Nosso trabalho é constante para melhor atender o agronegócio brasileiro. O sistema carga Online tem passado por ajustes constantes e falar direto com os caminhoneiros, que são atores tão importantes nesta cadeia, é uma das nossas principais metas”, afirma o superintendente dos Portos de Paranaguá e Antonina, Luiz Henrique Dividino, em nota distribuída pela agência de notícias do governo do Paraná. 

Segundo ele, todo o cadastramento das cargas destinadas ao Porto é de responsabilidade dos exportadores (donos da carga). O caminhoneiro não participa desta etapa do processo. No entanto, o sistema adotado pelo porto disponibiliza mecanismos para que os motoristas possam averiguar se as cargas que estão transportando já estão cadastradas no sistema do porto, antes mesmo de sair de casa. 

“Demos aos caminhoneiros uma alternativa de não viajarem sem ter a segurança que, ao chegar em Paranaguá, não estarem cadastrados no sistema. Agora seja por uma simples consulta na internet, seja mandando uma mensagem de texto para nós, ele sabe se a carga está cadastrada e evita esperas”, explica Dividino. 

Movimentação

Durante os meses de janeiro e fevereiro, a exportação de grãos pelo Porto de Paranaguá foi recorde. O volume de grãos exportados já passou a marca dos dois milhões de toneladas. O volume de caminhões rumo ao porto também é intenso e até o ultimo dia 25 somou 56,1 mil unidades. 

Para 2014, a expectativa da Appa é que o Corredor de Exportação movimente entre 17 e 20 milhões de toneladas. E acredita-se que cerca de 450 mil caminhões graneleiros passem pelo pátio de triagem do Porto.

Destaques
error: Conteúdo protegido.
%d blogueiros gostam disto: