Transportepress.com
Portal de notícias sobre transporte.

Brado vai operar como REDEX em Rondonópolis

Uma das vantagens é a redução de custos com a antecipação do fluxo de caixa no fechamento de câmbio para os exportadores.

6733134043_76c28fd642_nO Terminal Intermodal Rodoferroviário de Rondonópolis (MT) recebeu autorização para operar como Recinto Especial de Despacho Aduaneiro de Exportação (REDEX). Com a habilitação – realizada em 01 de fevereiro -, o terminal ganha diferencial competitivo já que as cargas sairão do terminal da Brado liberadas para serem exportadas.

Segundo a Brado Logística, outra vantagem é a redução de custos com a antecipação do fluxo de caixa no fechamento de câmbio para os exportadores.

Somente em 2013, a empresa aplicou R$ 30 milhões na estrutura para dar suporte aos serviços. Para este ano está previsto um aporte adicional de R$ 12 milhões.

O complexo de Rondonópolis opera com duas linhas férreas para encoste simultâneo de vagões carregados com 240 TEUS. Possui área total de 140 mil metros quadrados, com pátio pavimentado em concreto (800 metros quadrados), armazém de 6.400 metros quadrados e 240 tomadas para contêineres frigorificados.

O terminal também conta com silos que comportam 15 mil toneladas estáticas de grãos e está preparado para estufar 200 contêineres por dia, destaca informe de mercado da Brado Logística.

Destaques
error: Conteúdo protegido.
%d blogueiros gostam disto: