Bridgestone anuncia plano de gestão 2013/2017

A Bridgestone Corporation anunciou nesta quinta-feira, 18, em Tóquio, seu plano de gestão para o período de 2013 a 2017, com objetivo de fundamentar a empresa em dois conceitos: como empresa de pneus e de borracha, tanto em nome como em realidade.

Bridgestone Corporation anunciou nesta quinta-feira, 18, em Tóquio, seu plano de gestão para o período de 2013 a 2017.

O objetivo é fundamentar a empresa em dois conceitos: como empresa de pneus e de borracha, tanto em nome como em realidade.

Segundo informe da companhia, a Bridgestone tem por finalidade se tornar um grupo corporativo global. Algumas ações nesse sentido já foram tomadas, como a reformulação de sua estrutura organizacional, o aperfeiçoamento de sua filosofia corporativa e a montagem do plano de gestão, que está sendo apresentado hoje.

A empresa destaca que o objetivo imediato com esse plano é alcançar um retorno de 6% sobre os ativos (ROA) já neste ano.

A maior empresa produtora de pneus do mundo deixa claro que o ambiente operacional que o grupo enfrenta está cada dia mais instável e incerto – por força das crises em blocos econômicos diversos – e vem, desde 2006, através da adoção de novas formas de governança corporativa, adotando princípios de gestão que permitem enfrentar tais desafios, presentes e futuros, pautados na geração de valor aos acionistas e clientes globais.

A Bridgestone, dentro do princípio ‘Dan-Totsu’ (lutar para ser o melhor dos melhores ou processo de busca e superação, em tradução simplificada), tem por objetivo acelerar e solidificar as iniciativas que hoje estão sendo divulgadas através do Mid-Term Management Plan for 2012 (MTP2012).

O MTP2012 estrutura essas ações em três eixos centrais:

Inovação tecnológica:

Matérias-primas – diversificação da produção de borracha natural e busca de novas fontes renováveis;

Produtos – melhoria e expansão de produtos estratégicos que contemplem superioridade tecnológica; construção de pneus 100% renováveis e um pneu conceito livre de ar (air free concept tire);

Serviços – informações em tempo real sobre as condições de rodagem e tecnologia de impressão nos pneus;

Inovação do modelo de negócios:

Soluções para frotas – soluções de pacotes que combinem pneus novos, pneus recapados e serviços de manutenção;

Soluções em mineração – oferecer ao cliente uma combinação de produtos e serviços Bridgestone;

Metas de desempenho:

ROA (Retorno sobre ativos, Return on assets – na sigla em inglês) – o objetivo é superar a casa dos 6% ou mais;

Vendas líquidas – o objetivo é uma média anual de crescimento de 5%;

Lucro operacional – a meta é atingir 10%;

Despesas de capital – a média anual foi definida em 250 bilhões de ienes (US$ 3,174 bilhões), dos quais, 50% destinados para projetos estratégicos.

Destaques

%d blogueiros gostam disto: