Transportepress.com
Portal de notícias sobre transporte.

Bridgestone: divisão pneus garante 83% do resultado

Do resultado consolidado de vendas realizadas pela Bridgestone Corporation no primeiro trimestre de 2012, de 726,2 bilhões de ienes (US$ 9,1 bilhões), 82,97% vieram da divisão de pneus, que apresentou vendas de 602,5 bilhões de ienes (US$ 7,6 bilhões), ou 2% acima do apurado no primeiro trimestre de 2011, de 590,7 bilhões de ienes (US$ 7,4 bilhões ao câmbio de hoje).

Do resultado consolidado de vendas realizadas pela Bridgestone Corporation no primeiro trimestre de 2012, de 726,2 bilhões de ienes (US$ 9,1 bilhões), 82,97% vieram da divisão de pneus, que apresentou vendas de 602,5 bilhões de ienes (US$ 7,6 bilhões), ou 2% acima do apurado no primeiro trimestre de 2011, de 590,7 bilhões de ienes (US$ 7,4 bilhões ao câmbio de hoje).  

O lucro operacional da divisão cresceu 4%, para 57 bilhões de ienes (US$ 714,3 milhões)  – havia sido de 54,5 bilhões de ienes no 1T2011 (US$ 682,9 milhões ao câmbio atualizado). 

Sem citar performances percentuais de desempenho para pneus originais ou de substituição em seus mercados de atuação, a Bridgestone declarou números estáveis nos mercados do Japão – em que pese movimento positivo no segmento de pneus novos para automóveis. 

Na América do Norte, o informe ressalta que os números de vendas unitárias de pneus originais e de substituição para caminhões e ônibus vieram mais baixos comparativamente ao 1T2011, mas não especifica números ou percentuais. 

Na Europa, a empresa relatou vendas ‘substancialmente’ menores em pneus para automóveis, caminhões e ônibus, tanto para equipamentos originais quanto para equipamentos de substituição, diferentemente das vendas unitárias registradas nos mercados da Ásia e Pacífico, cujas demandas apresentaram crescimentos mais robustos que no primeiro trimestre do ano passado. 

Especificamente sobre a China, a Bridgestone reportou vendas unitárias de passeio e caminhões e ônibus ‘substancialmente’ abaixo das registradas em igual período de 2011.

Os negócios globais da companhia foram muito positivos para pneus especiais para aplicação em mineração e construção civil destacou a companhia.

Destaques
error: Conteúdo protegido.
%d blogueiros gostam disto: