COPA DO MUNDO: como está a situação em São Paulo

A cidade de São Paulo será a abertura da Copa do Mundo em 2014 e a previsão de gastos para estruturar a cidade para o evento será de cerca de R$ 6.194,5 bilhões.

A cidade de São Paulo será a abertura da Copa do Mundo em 2014 e a previsão de gastos para estruturar a cidade para o evento será de cerca de R$ 6.194,5 bilhões.

Os investimentos serão destinados a aeroportos e portos, obras de mobilidade urbana, segurança e a construção de um estádio.

Estádio

A Arena Corinthians ou “Fielzão”, localizado em Itaquera, terá capacidade para 65 mil lugares e de 3,5 mil vagas de estacionamento. Com um investimento total de R$ 820 milhões, a obra está em andamento com 45% da construção completa.

O estádio que receberá seis jogos da Copa do Mundo levará o nome do Corinthians, clube centenário e de grande torcida ao qual a arena foi doada já que a equipe não possui estádio próprio.

Atualmente a obra conta com 2,2 mil operários trabalhando dia e noite para cumprir com a previsão de conclusão em dezembro de 2013.

Segundo o Portal 2014 o estado da obra está da seguinte forma:

Terraplanagem: 68% concluído (a previsão de término era para novembro de 2011)

Fundações: 50% concluído (previsão de termino não divulgado)

Instalação de Pilares: 19% (previsão de termino não divulgado)

Montagem das Arquibancadas: 45% (previsão de termino não divulgado)

Obras de Infraestrutura

Aeroportos

No Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, serão duas ações:

– A construção do módulo operacional (MOP) terminada em agosto de 2011, no valor de R$ 7 milhões.

– A concessão para ampliação, manutenção e exploração do Aeroporto (Fase 1B) no valor de R$ 1,18 bilhão, segundo o site Portal da Transparência, está com previsão de início das obras neste mês e a conclusão em março de 2014.

Já no Aeroporto André Franco Montoro, em Guarulhos, serão quatro ações promovidas pela Infraero para a Copa do Mundo:

– A ampliação e revitalização do sistema de pistas e pátios, no valor de R$ 148 milhões, foi finalizada em dezembro de 2011.

– O terminal de passageiros 4 (fase 1) no valor de R$ 86 milhões, terminado em janeiro deste ano.

– A obra de terraplanagem do terminal de passageiros 3 com um valor de R$ 417 milhões que está em andamento com previsão de termino para setembro de 2012.

– A concessão para ampliação, manutenção e exploração do Aeroporto Internacional de Guarulhos (Fase 1B) no valor de R$ 1,42 bilhão com previsão de inicio das obras neste mês e o final delas em março de 2014, segundo o site Portal da Transparência.

Entre as obras que estão sendo realizadas pela concessionária, segundo o site Portal 2014, estão:

A ampliação e revitalização do sistema de pista e pátio com previsão de conclusão em dezembro de 2013.

A construção da pista de táxi e de saída rápida com previsão de conclusão em março de 2013.

A construção do 3° terminal de passageiros (fase 1) com previsão de conclusão em novembro de 2013.

Construção do terminal 4 (fase 2) com previsão de conclusão no final desse ano.

Porto

O Porto de Santos receberá investimentos de R$ 235 milhões para a reforma do terminal marítimo, além de alinhamento do cais de Outeirinhos e a implantação de via interna de acesso na área portuária.

Segundo o Portal da Transparência, a obra está aguardando o licenciamento ambiental para dar início as obras que já estão com a previsão de início em atraso. A previsão da conclusão da obra está para setembro de 2013.

Mobilidade Urbana

Na questão da mobilidade urbana no Estado de São Paulo, está a construção de um monotrilho, no valor total de R$ 1,882 bilhão, ligando o Aeroporto de Congonhas à linha metroferroviária.

O projeto da nova linha 17 – Ouro integrará as linhas 1, 4 e 5 do Metrô e a linha 9 de trens da CPTM e terá 17,7 km de extensão, sendo que apenas 7,7 km dela estará em funcionamento em 2014. O restante tem prazo de conclusão para 2016.

A obra teve como objetivo facilitar a ligação do aeroporto ao bairro do Morumbi, uma importante área hoteleira.

A obra teve início efetivo em julho de 2011 e previsão de conclusão em maio de 2014, segundo o Portal da Transparência.

Além disso, o governo teve problemas com a emissão de licença e elaboração de projetos e estudos, algo que gerou atraso para o início do projeto.

Segurança

Na questão da segurança serão feitas três ações:

– a qualificação profissional dos operadores de segurança pública de São Paulo e reaparelhamento dos órgãos gestores de cursos das unidades policiais, em um investimento de R$ 2,94 milhões.

– a reestruturação do laboratório de línguas e salas de aula da Academia de Polícia Civil, no valor de R$ 910 mil.

– a reestruturação do laboratório de salvamento terrestre da Escola Superior de Bombeiros do Corpo de Bombeiros, no valor de R$ 300 mil.

As previsões de início e fim dos projetos, segundo o site Portal da Transparência, estão indefinidas.

Base de Dados

A pesquisa foi feita com base nos site da InfraeroPortal da TransparênciaPortal 2014 e Portal da Copa.

Destaques

%d blogueiros gostam disto: