Goodyear fecha acordo com a CGT na França

Pelo acordo, a Goodyear teria aceito pagar o triplo em indenizações, que devem oscilar entre € 60 mil e € 130 mil.

goodyrflgA Goodyear e a central de trabalhadores francesa CGT (Comite d'Etablissement d'Amiens Nord, em francês), chegaram a um acordo sobre as questões trabalhistas que afetam as operações da fábrica de Amiens, na França.

A Goodyear tem como intenção finalizar as operações das plantas locais – produtoras de pneus para veículos de passeio e segmento agrícola.

As negociações – cujo ápice da discordância passou pela ocupação da fábrica e o ‘sequestro’ de dois dirigentes da empresa no início do mês -, chegaram ao fim com o comprometimento da Goodyear em triplicar os valores de indenização para os trabalhadores que aceitarem o Programa de Demissões Voluntárias (PDV).

Declarações dadas por representantes sindicais ao jornal  'Le Figaro’, destacam que as indenizações vão oscilar entre € 60 mil e € 130 mil. Cerca de 1.200 trabalhadores seriam premiados com o acordo entre as partes.

Agências francesas destacam também que a partir da assinatura do acordo entre Goodyear e CGT, a Titan International volta a ter interesse na recuperação da unidade de pneus agrícolas, uma negociação que deve começar a ganhar corpo nos próximos dias, mas cuja posição da Titan seria a de operar a unidade com apenas 300 colaboradores. Nos bons tempos, as unidades de Amiens chegaram a ter 3.000 operários franceses.

Destaques
error: Conteúdo protegido.
%d blogueiros gostam disto: