Transportepress.com
Portal de notícias sobre transporte.
Rodovia dos Calçados. Foto: A2img Amanda Regina

Grupo Arteris paga primeira parcela de concessão da Rodovia dos Calçados

Concessão é de 30 anos e abrange 720 km em trechos de 10 rodovias paulistas.

O Grupo Arteris já pagou ao Governo do Estado de São Paulo a primeira parcela relativa à outorga de concessão do Lote Rodovia dos Calçados, no valor de R$ 1.277.228.935,87. A segunda parcela, no valor de R$ 225.483.921,11 milhões será paga em 2018, perfazendo uma outorga total de R$ 1,5 bilhão.

Rodovia dos Calçados Foto Ciete Silvério

O depósito foi feita na última terça-feira, 10, informa a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), que também já tem em mãos toda a documentação necessária para a assinatura do contrato de concessão.

O contrato será assinado com a ViaPaulista S.A. – nova concessionária montada pelo Grupo Arteris – para administrar o Lote Rodovia dos Calçados que compreende 720 quilômetros em trechos de dez rodovias: SP-255, SP-249, SP-257, SP-281, SP-304, SP-318, SP-328, SP-330, SP-334 e SP-345.

A malha atravessa 35 municípios das regiões de Bauru, Franca, Itapeva, Ribeirão Preto, Sorocaba e Central. O prazo da concessão é de 30 anos.

Entre os investimentos previstos em contrato de concessão, a Concessionária ViaPaulista deverá equipar as rodovias com wi-fi (rede de dados sem fio) ao longo de toda a malha, a fim de levar ao usuário informações sobre o sistema, atualizando-o, por exemplo, sobre a situação do trânsito.

Para maior segurança e fluidez do tráfego, as estradas serão totalmente monitoradas por câmeras inteligentes.

Também está prevista a possibilidade de a concessionária adotar tarifas flexíveis, com preços menores nos horários de menor demanda de tráfego.

Essa prática, além de significar economia no bolso do usuário, pode contribuir decisivamente para melhor equilíbrio de fluxo, retirando uma quantidade considerável de veículos nos horários de pico, atraindo-os para a rodovia naqueles momentos em que há menos tráfego.

Além disso, será obrigatório o desconto de 5% para quem optar pelo pagamento eletrônico de pedágio.

Destaques
error: Conteúdo protegido.
%d blogueiros gostam disto: