Michelin e Bridgestone, as preferidas no Japão

Bridgestone e Michelin disputam a preferência dos consumidores japoneses por pneus de última geração, verdes e energeticamente eficientes comercializados no segmento de reposição do Japão, com predileção para os pneus Michelin.

Bridgestone e Michelin disputam a preferência dos consumidores japoneses por pneus de última geração, verdes e energeticamente eficientes comercializados no segmento de reposição do Japão, com predileção para os pneus Michelin. A constatação é de estudo realizado pela JD Power do Japão.

A marca francesa de pneus venceu em duas categorias de avaliação e a Bridgestone em uma.A JD Power destaca que essa foi a quarta edição do estudo de satisfação realizado com consumidores japoneses e que levou em consideração uma série de 17 atributos e características para a obtenção dos resultados finais – sendo que no cômputo final da avaliação, o grau de satisfação com os pneus da Michelin foi o maior entre todas as marcas e produtos analisados.

Independente do resultado final, a JD Power detectou um salto de 8 pontos percentuais entre os 27% de consumidores japoneses que tinham esse tipo de pneu em seus carros, em 2011, e os 35% que os têm hoje.

Para a JD Power esse fato coincide com o aumento de preços dos combustíveis de um lado, e também com a maior oferta dessa gama de produtos pelas empresas ao mercado consumidor.

Em linhas gerais, a JD Power baseia a satisfação do consumidor em quatro pilares: manuseio/tração; rodagem/barulho; durabilidade/confiabilidade e aparência e cujas ponderações podem chegar à soma de 1.000 pontos.

Dentro dessa escala e nos segmentos de pneus e aplicação especificados no estudo, os resultados foram os seguintes:

Minicarros e compactos: a Michelin obteve 652 pontos, seguida pela Dunlop, com 606 pontos e Bridgestone, com 600 pontos.

Veículos de passeio: A Michelin obteve 695 pontos, seguida pela Bridgestone, com 674 pontos e pela Dunlop com 641 pontos.

Minivan: A Bridgestone obteve 644 pontos, seguida pela Dunlop com 619 pontos e pela Yokohama, com 611 pontos.

Destaques

%d blogueiros gostam disto: