Receita cobra € 100,3 milhões em tributos da Nokian

O pano de fundo da discussão se deve a transferências de recursos entre a matriz da Nokian e suas subsidiárias no exterior.

Nokian__Hakkapeliitta_LT2_01_EN (448x640)A Nokian Tyres terá de recolher à Receita Federal da Finlândia a soma de € 73,3 milhões em impostos adicionais – referentes ao período de 2008 a 2010. O pagamento deverá ser feito em fevereiro próximo, informa a área de relacionamento com investidores da empresa finlandesa.

Em nota dirigida ao mercado financeiro, a Nokian destaca que da soma de € 73,3 milhões, o montante de € 51 milhões se deve a impostos adicionais e outros € 22,3 milhões a taxas punitivas contra a companhia.

Na virada do ano, a empresa finlandesa de pneus já havia reportado ao mercado que iria pagar a soma de outros € 26,9 milhões em impostos adicionais relativos ao exercício fiscal de 2007 e com a decisão do governo finlandês, hoje, a soma total, de 2007 a 2010, chega a € 100,3 milhões em tributos.

O pano de fundo da discussão se deve a transferências de recursos entre a matriz da Nokian e suas subsidiárias no exterior. No entender do Fisco da Finlândia, lucros obtidos pelas filiais devem ser adicionados ao lucro da Nokian Tyres plc. No entendimento da Nokian, isso representa bitributação.

A administração da Nokian destaca que vai recorrer da decisão e que os valores declarados pela Receita finlandesa não afetarão a distribuição de lucros e dividendos da companhia programados para este ano. O presidente e CEO da companhia, Kim Gran, apresenta o balanço de 2013 no próximo dia 07 de fevereiro. 

Destaques
error: Conteúdo protegido.
%d blogueiros gostam disto: