Transportepress.com
Portal de notícias sobre transporte.

Santa Bárbara d´Oeste destina 283 toneladas de pneus inservíveis

A Prefeitura de Santa Bárbara d´Oeste, localizada a 138 km da capital paulista, encerrou 2016 com aumento de 19% no descarte correto dos chamados pneus inservíveis.

Foram coletadas e devidamente descartadas cerca de 283 toneladas no ano passado, ante 238 toneladas em 2015. Entre janeiro e abril deste ano, a prefeitura informa já ter coletado e descartado corretamente 43 toneladas de pneus velhos, sem possibilidades de uso.

Segundo o secretário de meio ambiente local, Cleber Canteiro, os pneus são recolhidos por fabricantes e comerciantes que promovem a logística reversa, possibilitada por ações da prefeitura de Santa Bárbara d´Oeste.

Entre as ações desenvolvidas estão ações de conscientização para a população local, empresários e indústrias, oferecimento de pontos de coleta fixa no aterro sanitário municipal, cadastramento de borracheiros, mecânicas, bicicletarias e toda a rede de agentes geradores de pneus inservíveis na cidade.

“O descarte correto de pneus evita grave problema ambiental, com possível contaminação do ar, solo e lençol freático, além de problemas de saúde”, destaca o secretário em nota. As ações fazem parte da administração do prefeito Denis Andia (PV).

 

Os comerciantes interessados em utilizar o ponto fixo, devem se cadastrar na Secretaria do Meio Ambiente por meio do telefone 3464.9010.

A coleta é realizada por meio de carreta fixa no Aterro Municipal, localizado na Estrada dos Italianos, 1.800, no Santa Fé, de segunda a sexta-feira, das 7 às 11 horas, e das 13 às 18 horas.

 

Além de pneus velhos, as ações também passam pela coleta de pilhas e baterias – que são recolhidas em sete pontos de coleta distribuídos pela cidade, entre eles:

  • Prefeitura Municipal,
  • DAE (Departamento de Água e Esgoto),
  • Secretaria de Meio Ambiente,
  • Secretaria de Educação,
  • CEU (Centro de Artes e Esportes Unificados),
  • Administração Regional do Jardim Europa,
  • Centro Cultural e Biblioteca Prof. Léo Assad Sallum.

O balanço mais atualizado registra a coleta de 60 quilos entre pilhas e baterias.

Destaques
error: Conteúdo protegido.
%d blogueiros gostam disto: