Vendas da Pirelli crescem 7,2% e lucro avança 22,7%

De janeiro a setembro de 2012 as receitas de vendas do Grupo Pirelli apresentaram expansão de 7,2%, chegando aos € 4,574 bilhões, equivalentes a US$ 5,817 bilhões pelo câmbio de hoje.

De janeiro a setembro de 2012 as receitas de vendas do Grupo Pirelli, quinto maior produtor de pneus do mundo apresentaram expansão de 7,2%, chegando aos € 4,574 bilhões, equivalentes a US$ 5,817 bilhões pelo câmbio de hoje. No mesmo período do ano passado o grupo italiano havia obtido receitas de € 4,265 bilhões.

Esse foi apenas um dos bons números de desempenho apresentados pela Pirelli durante a divulgação de balanço trimestral realizado na segunda-feira, 12.

Especificamente no terceiro trimestre fiscal – referente ao período de julho a setembro – as receitas totais atingiram € 1,552 bilhão (US$ 1,973 bilhão), montante 5,1% superior às receitas registradas no mesmo período fiscal de 2011, de € 1,476 bilhão.

Nos primeiros nove meses do ano, o lucro líquido do grupo saltou de € 251,3 milhões apurados na mesma base de comparação de 2011, para € 308,3 milhões neste ano, refletindo uma expansão de 22,7%. Em que pese o bom desempenho no ano, o lucro líquido obtido no terceiro trimestre foi negativo: sai de € 92,5 milhões (3T2011) para € 86,6 milhões no terceiro trimestre de 2012.

O Conselho de Administração da Pirelli ressaltou em seu informe que o cenário de desaceleração da economia – em seus mercados de atuação e fora dele – se intensificou no terceiro trimestre deste ano, com impacto negativo sobre as vendas, em que pese o bom desempenho da companhia com sua gama de pneus e produtos Premium, cujo desempenho mais do que compensou os efeitos negativos da crise econômica global sobre os demais produtos da empresa.

Segundo o informe de resultados, o segmento de produtos Premium foi (e vem sendo) o motor do crescimento da Pirelli. Apenas no terceiro trimestre fiscal, o segmento correspondeu a 19% das receitas totais do grupo e a 12,5% dos volumes gerais de vendas.

O segmento Premium é a principal força de ataque do Grupo Pirelli e a maior parte dos investimentos está focada na ampliação de produtos voltados para esse nicho de mercado, além do aumento da capacidade de produção da companhia.

Segundo o informe de resultados, a Pirelli já realizou investimentos de € 327,4 milhões neste ano, dos quais € 132,5 milhões no terceiro trimestre. No mesmo período do ano passado a empresa italiana destinou a soma total de € 396,2 milhões em investimentos.

Destaques

%d blogueiros gostam disto: