Yokohama Rubber inaugura nova fábrica na Rússia

A Yokohama Rubber inaugurou ontem, 30 de maio, sua mais nova linha de produção de pneus para veículos de passeio. Foi na nova fábrica instalada em Lipetsk na Rússia – um dos mercados mais dinâmicos para o setor automotivo e de pneus na série dos últimos cinco anos.

A Yokohama Rubber inaugurou ontem, 30 de maio, sua mais nova linha de produção de pneus para veículos de passeio. Foi na nova fábrica instalada em Lipetsk na Rússia – um dos mercados mais dinâmicos para o setor automotivo e de pneus na série dos últimos cinco anos. 

Em balanço divulgado nesta semana pela Jato Dynamics do Brasil a Rússia encerrou o primeiro trimestre como o sétimo maior mercado automotivo em vendas, com taxa de expansão de 12,9%. Para se ter uma ideia da dimensão do mercado russo, o Brasil foi o sexto maior mercado automotivo global no mesmo período. 

Segundo o presidente e CEO da Yokohama Rubber, Tadanobu Nagumo, o mercado russo iniciou uma trajetória positiva de crescimento a partir de 2008, momento em que a empresa vislumbrou a importância estratégica desse mercado em seus planos de negócios. 

A filial russa, a Yokohama R.P.Z., foi criada em dezembro de 2008 e conta com um capital de 3,76 bilhões de rublos (US$ 114,7 milhões), dos quais 80% pertencem à Yokohama Rubber e 20% à Itochu Corporation. 

Segundo Nagumo, a operação russa já implicou em investimentos totais de 8,4 bilhões de rublos (US$ 256,1 milhões) parte disso destinada à construção da nova planta industrial, cujas obras foram iniciadas em 2010. 

Programada para entrar em plena capacidade no verão russo de 2013, a planta de Lipetsk terá capacidade total para produzir 1,4 milhão de unidades de pneus de passeio, com destaque para os modelos C.Drive2 e Ice Guard IG35. 

Nagumo destaca que a planta industrial será uma das portas de entrada para o incremento de exportações de pneus da marca para a Zona do Euro. 

Apenas no mercado russo, a Yokohama comercializou 3,0 milhões de unidades no primeiro trimestre fiscal de 2012, o que representou aumento de 28% na comparação com o mesmo período fiscal anterior. 

Hoje a Rússia já é o quarto maior mercado para a Yokohama, atrás do Japão, Estados Unidos e China.

Destaques

%d blogueiros gostam disto: