Transportepress.com
Portal de notícias sobre transporte.

Ford apura 10 tendências que devem mover o consumidor em 2014

Essas tendências orientam os designers, engenheiros e profissionais de marketing da Ford no desenvolvimento de futuros produtos e serviços.

ford-future-300x225Apontar tendências, antecipar desdobramentos futuros, prognosticar eventos. Tais questões sempre acabam redundando em grandes desafios para os futurólogos de plantão e tende a ser ainda mais complicado quando se mexe com o universo subjetivo do desejo humano.

O segundo relatório anual de tendências da Ford é uma boa ferramenta, objetiva e prática (frise-se), para tornar o desafio de antecipar o futuro mais próximo do real.  "Olhando mais longe com a Ford 2014", é um documento que ressalta de forma sintética 10 tendências globais que apontam como a tecnologia afeta e afetará as escolhas e o comportamento dos consumidores no ano que vem.

Entre as principais tendências globais para 2014 está o desejo das pessoas de aproveitar o tempo livre para refletir sobre o que mais importa (amigos, família e comunidade). O estudo aponta a existência de um confronto entre tentar manter-se atualizado com uma sociedade sempre conectada, sentindo o medo da perda, ou encontrar satisfação em momentos longe do entretenimento digital.

"Não há como escapar do impacto positivo ou negativo do ritmo acelerado da tecnologia”, avalia o gerente de tendências globais da Ford, Sheryl Connelly, em nota. Segundo ele, “o mais fascinante de 2014 é ver que está surgindo uma cultura de reflexão, uma cultura de consumo cada vez mais consciente da necessidade de preservar os recursos valiosos e insubstituíveis da sociedade."

Entre as 10 tendências que devem influenciar os consumidores e as marcas em 2014, o estudo da Ford destaca:

1.    O Silencioso Motim da Inovação – a inovação rápida e radical está cada vez mais institucionalizada e onipresente – mudando fundamentalmente o modo como as pessoas trabalham, jogam e se comunicam.

2.    Velha Escola – Os consumidores estão romanceando como as coisas costumavam ser, encontrando conforto e conexão em produtos, marcas e experiências que inspiram a nostalgia.

3.    Significativo x Homem Comum – Buscando conexões mais próximas com os varejistas e prestadores de serviços, os consumidores estão à procura de histórias de identidade e significado nos produtos e serviços.

4.    Statusfera – Em todo o mundo, os consumidores estão ampliando as maneiras de mostrar sua riqueza – às vezes de forma gritante, outras sussurrando –, derrubando as manifestações tradicionais de status e influência.

5.    Busca de Aprovação – Em um mundo de hiper-auto-expressão e exposição pública nos meios digitais, os consumidores estão criando uma identidade pública que pode precisar de ainda mais aprovação que a sua verdadeira personalidade.

6.    Medo de Perder​​/ Alegria de Perder – Um cabo de guerra está surgindo, em que a satisfação da perda desafia o tradicional medo de perder. De um lado, os consumidores querem continuar tirando proveito de tudo à sua disposição. De outro, estão conscientes da necessidade de focar, e desfrutar, o que mais importa.

7.    Micromomentos – Com tanta informação ao nosso alcance, o tempo livre abriu espaço para que cada momento seja preenchido com doses de informação, educação e entretenimento – aparentemente embalando nossas vidas com a produtividade.

8.    Mito da Multitarefa – Em um mundo moderno cada vez mais multitarefa e saturado de telas, estão surgindo evidências de que quando fazemos tudo de uma vez sacrificamos a qualidade – e muitas vezes a segurança – de cada coisa que fazemos.

9.    Fronteira Feminina – O perfil das mulheres ganhou um novo destaque; mudanças demográficas estão transformando a dinâmica e a definição das famílias. Juntos, mulheres e homens vão redefinir os papéis e responsabilidades em 2014.

10.  Sustentabilidade Azul – O mundo tem se fixado em ser "verde" e agora a atenção vai além da reciclagem e da vida eco-chique, com uma preocupação crescente com o poder e o valor da água do planeta.

Porque a Ford faz esse trabalho?

Para monitorar as mudanças nas áreas social, tecnológica, econômica, ambiental e política e entender o que move as atitudes e comportamentos dos consumidores – e como isso afeta o segmento de automóveis.

Essas tendências orientam os designers, engenheiros e profissionais de marketing da Ford no desenvolvimento de futuros produtos e serviços.

"Compreender nossos clientes e a constante evolução de suas necessidades é fundamental para o plano de crescimento e desenvolvimento de novos veículos da Ford", diz Connelly.

Para mais informações, acesse: "Olhando mais longe com a Ford 2014"

 

Destaques
error: Conteúdo protegido.
%d blogueiros gostam disto: