Indústria de pneus da China prepara nova ‘invasão’ nos EUA

Os meios de comunicação do Sudoeste da Ásia reportam neste momento a euforia das empresas produtoras de pneus da China com o fim da sobretaxa “punitiva” adotada pelos Estados Unidos contra seus pneus desde 2009.

Os meios de comunicação do Sudoeste da Ásia reportam neste momento a euforia das empresas produtoras de pneus da China com o fim da sobretaxa “punitiva” adotada pelos Estados Unidos contra seus pneus desde 2009.

Analistas de mercado, empresas produtoras de borracha natural e, principalmente, as fábricas de pneus destacam, em linha, a preparação para uma nova ‘invasão’ de pneus sobre o maior mercado automotivo do mundo.

Com sobras de capacidade produtiva em suas linhas de produção, a China já estima aumentos graduais dessa capacidade, hoje relegadas ao mercado interno, principalmente, e a terceiros mercados como a Europa, Ásia, África e América do Sul – mas que no Brasil a China começa a padecer da mesma onda protecionista adotada pela Administração de Barack Obama, anos atrás.

Os meios de comunicação fazem indagações sobre o impacto da medida com os grandes e potenciais produtores de pneus – com fábricas nos Estados Unidos – e também junto aos demais importadores de pneus daquele país e a sensação é uma só: invasão plena e completa de pneus chineses no front de curtíssimo prazo, principalmente no nicho de produtos sul-coreanos, elegidos como os grandes beneficiários da sobretaxa aplicada sobre os produtos chineses. 

Na leitura do mercado foram os sul-coreanos que ganharam a fatia que sobrou em mercado de consumo dos produtos chineses nos últimos anos e que agora tende a ser o ponto competitivo de maior atrito. Os chineses vão querer retomar o que perderam e vão querer ganhar mais.

Destaques

%d blogueiros gostam disto: