Novo regime automotivo deve atrair R$ 8,5 bi ao Brasil

A entrada em vigor do novo regime automotivo brasileiro deve consolidar a soma de R$ 8,5 bilhões em investimentos prometidos por empresas montadoras de veículos como a Jac Motors, Nissan, BMW e Chery e demais empresas asiáticas que estão analisando a possibilidade de realizar negócios no Brasil.

A entrada em vigor do novo regime automotivo brasileiro deve consolidar a soma de R$ 8,5 bilhões em investimentos prometidos por empresas montadoras de veículos como a Jac Motors, Nissan, BMW e Chery e demais empresas asiáticas que estão analisando a possibilidade de realizar negócios no Brasil.

A afirmação foi feita nesta quinta-feira, 4, pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel.

O valor dos investimentos citado pelo ministro se refere ao montante de recursos que essas empresas se comprometem a investir no Brasil, através da abertura de fábricas locais.

Neste momento, em Salvador (BA), o governador daquele estado, Jaques Wagner, se reúne com executivos da JAC Motors.

O motivo do encontro é o anúncio oficial da decisão de instalação da empresa naquele estado – todas as empresas estrangeiras com projetos em curso aguardavam pelo novo regime automotivo e devem oficializar seus projetos a partir de hoje.

Segundo Fernando Pimentel os investimentos totais programados pelo setor automotivo, antes do novo regime, ultrapassam a casa dos US$ 22 bilhões. Com o novo conjunto de regras vão superar essa cifra com folga.

Destaques

%d blogueiros gostam disto: