Pirelli ressalta importância da compra da Campneus

Entre os principais acontecimentos reportados pela Pirelli nesta manhã de quinta-feira, 10, em Milão (Itália), o Conselho de Administração da empresa apontou a compra de 60% das ações da Campneus, uma das maiores cadeias de distribuição de pneus do Brasil, num negócio de R$ 54 milhões (US$ 27,6 milhões ou 22,5 milhões de euros).

Entre os principais acontecimentos reportados pela Pirelli nesta manhã de quinta-feira, 10, em Milão (Itália), o Conselho de Administração da empresa apontou a compra de 60% das ações da Campneus, uma das maiores cadeias de distribuição de pneus do Brasil, num negócio de R$ 54 milhões (US$ 27,6 milhões ou 22,5 milhões de euros).  

Nesta manhã, o board da companhia ressaltou que essa operação permite à empresa reforçar sua liderança no mercado local, tanto na distribuição de varejo como de atacado, promovendo o segmento de produtos Premium – que está crescendo rapidamente no mercado latino. 

A aquisição da Campneus foi feita através da rede própria de revendas da Pirelli, a Pneuac, e com a operação o número de lojas próprias do Grupo salta de 48 para 102 unidades. 

Ao todo, a Campneus conta com 54 lojas nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, sendo que as lojas já integram a rede oficial de revendedores Pirelli.  

Segundo a Pirelli, as lojas Campneus vão manter o nome, mesmo após o fechamento da operação – que foi submetida ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). A previsão é de que a aprovação do CADE e o consequente fechamento da operação ocorram até o final do primeiro semestre. 

Indonésia 

A construção de uma nova fábrica de pneus para motos convencionais na Indonésia, um projeto de US$ 120 milhões, também foi motivo de manifestação do Conselho de Administração da Pirelli nesta manhã. 

Esse projeto foi feito através de uma joint venture com a Astra Otoparts, líder indonésio para equipamentos automotivos, sendo que a Pirelli deterá 60% do capital da nova empresa.  

A planta industrial deve estar operacional em 2013, tendo produção estimada de 2,0 milhões de pneus de motocicletas em 2014, chegando a 7,0 milhões de unidades em 2016.  

Do total, 3,0 milhões de pneus devem ser comercializados com a marca Astra e os 4,0 milhões restantes – equivalentes a 25% da produção global da Pirelli nesse segmento – com as marcas Pirelli e Metzeler.

Destaques

%d blogueiros gostam disto: