Transportepress.com
Portal de notícias sobre transporte.

Pirelli vendeu € 4,625 bilhões em pneus até o 3º trimestre

Segundo informe ao mercado, o bom comportamento dos mercados ‘emergentes’ mais do compensou a fraqueza observada em mercados maduros, seja na demanda por produtos originais, seja por produtos junto aos mercados de reposição.

O Grupo Pirelli apresentou ao mercado nesta semana vendas líquidas de € 4,649 bilhões entre janeiro e setembro deste ano, dos quais € 4,625 bilhões gerados pela divisão de pneus – que ampliou vendas em 1,83% ante o mesmo período do ano passado, de € 4,542 bilhões.

Segundo informe ao mercado, o bom comportamento dos mercados ‘emergentes’ mais do compensou a fraqueza observada em mercados maduros, seja na demanda por produtos originais, seja por produtos junto aos mercados de reposição.

O informe exemplifica tal fato em números: na Europa e América do Norte as vendas caíram 8% no período, mas registraram expansões de 9% na América do Sul – onde a empresa é líder de mercado – e expressivos 16% na região da Ásia e Pacífico, com os mercados do Oriente Médio e África se mantendo estáveis.

Na média, o segmento de pneus de passeio, picapes e motos, ampliou-se em 3,9% graças ao aumento de vendas na América do Sul e forte desempenho de produtos Premium na China, América do Norte e Europa.  Já no segmento de pneus de carga e agrícolas, de novo o melhor comportamento ocorreu na América Latina, com expansão de 11,8% – sendo alta de 3% no terceiro trimestre.

O futuro

O Conselho de Administração da Pirelli expressa em relatório que o cenário para o mercado de pneus mudou na Rússia e que esse fato levou a empresa a reposicionar suas projeções para o restante do ano.

Uma dessas revisões foi feita sobre as perspectivas de vendas consolidadas. Antes apontavam para patamares entre € 6,3 bilhões e € 6,35 bilhões e agora foram posicionadas em € 6,2 bilhões.

O segmento de produtos Premium se mantém saudável e deve responder com volumes de vendas acima de 13% neste ano. Os investimentos continuam confirmados em € 400 milhões para o exercício e o ebit consolidado deve estabelecer-se em € 790 milhões. O montante anterior estava projetado em € 810 milhões, mas a desaceleração do mercado de pneus na Rússia, acrescido de efeitos cambiais locais deve promover tal recuo.

Para mais informações, acesse:

THE PIRELLI & C. SPA BOARD APPROVES CONSOLIDATED RESULTS AT 30 SEPTEMBER

2013

Pirelli 9M 2013 Results

 

 

Destaques
error: Conteúdo protegido.
%d blogueiros gostam disto: